sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Ele morreu por nós!

Nesse último dia do mês de Fevereiro, vamos meditar em Isaías 53

Quem deu crédito à nossa pregração? E a quem se manifestou o braço do Senhor? Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz de um terra seca; não tinha parecer nem formosura; e, olhando nós para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos. Era desprezado e o mais indigno entre os homens, homem de dores, experimentado nos trabalhos e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas sua pisaduras, fomos sarados. Todos nós andamos desgarrados como ovelhas; cada um desviava pelo seu caminho, mas o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos. Ele foi oprimido, mas não abriu a boca; como um cordeiro, foi levado ao matadouro e, como ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca.
Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes e pela transgressão do meu povo foi ele atingido. E puseram a sua sepultura com os ímpios e com o rico, na sua morte; porquanto nunca fez injustiça, nem houve engano na sua boca. Todavia, ao Senhor agradou o moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os dias, e bom prazer do Senhor prosperará na sua mão. O trabalho da sua alma ele verá e ficará satisfeito; com o seu conhecimento, o meu servo, o justo, justificará a muitos, porque a iniqüidade deles levará sobre si.
Pelo que lhe darei a parte de muitos, e, com os poderosos, repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte e foi contado com os transgressores; mas levou sobre si o pecado de muitos e pelos transgressores intercedeu.
Amigo (a),
Jesus morreu em nosso lugar. Muitas vezes, nos esquecemos desse amor tão infinito de Deus para conosco. E, ficamos aborrecidos e quedamos em sofrimento, mas Ele levou sobre si as nossas dores e transgressões. Ora, o preço já foi pago para que fôssemos livres, e ainda alguns de nós estão presos. O preço foi pago, mas não acionamos nossos direitos para usufruir a paz e a liberdade que Jesus nos deu. Ele limpou a nossa alma. Redimiu-a com seu sangue, e, às vezes, queremos mantê-la suja, cheia de manchas, queremos levar nossas transgressões, pecados e sofrimentos. Não! Devemos confiar a Jesus todos os nossos problemas, não podemos pagar o que Jesus já pagou na cruz do calvário. O sacrifício não foi vão. Basta só que nos arrependamos do que fizemos, que reconheçamos nossos erros, que sejamos honestos com ele. Confiemos todos os mais íntimos segredos - que Deus já conhece, não adianta esconder - a ele, e assim nos ajudará sempre. Porque o seu julgo é suave e o seu fardo é leve. Entregue todo seu caminho a Jesus!
Deus nos abençoe a cada passo que dermos! Até amanhã, se Ele nos permitir!

2 comentários:

eliana disse...

. . . Sempre tenho meditado em suas mensagens, e elas tem me trazido grandes ensinamentos.
Que possamos sempre entregar tudo a Deus,mas que seja realmente tudo,pois somente Ele nos conhece por inteiro,e entende nosso coração..sabemos q sacrifício maior,amor maior não há como o amor do nosso Deus...

valdeni rj disse...

boa tarde e a paz de jesus cristo esteja com vc e familia! meu nome e valdeni rosa de jesus sou preletor da palavra de DEUS ;gostei muito dessa mensagem do texto de isaias.nesse livro messianico relamente e um livro muito importante para nossa vida espiritual e para as ovehlas perdidadas tambem.continue assim!!!!que as dadivas de DEUS esteja na sua vida.... vrj fone (31)88086755